Business Model You: Como fazer o seu Canvas Pessoal

Business Model You: Tudo o que você precisa saber para fazer o seu Canvas Pessoal

Aplicativos facilitadores na vida de qualquer profissional
novembro 1, 2019
Análise SWOT Pessoal: tudo o que você precisa saber para se tornar um profissional de alto impacto
dezembro 31, 2019

Business Model You: Tudo o que você precisa saber para fazer o seu Canvas Pessoal

Muito provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre Canvas Pessoal, ou ainda Business Model You, mas talvez tenha dúvidas sobre como elaborar um de fato. 

É sobre isso que vou falar neste artigo. Vamos desvendar esses mistérios juntos? 🙂

A seguir você irá aprender sobre:

  • O que é Canvas e para que ele serve?
  • Business Model You – Canvas Pessoal
  • Os benefícios em usar o Canvas para sua carreira
  • Como preencher as 9 áreas do Canvas
  • Canvas para download e impressão
  • Ferramentas online de Canvas
  • Como o Canvas pode contribuir para o seu crescimento
  • Alex Osterwalder no Talks at Google

O que é Canvas e para que ele serve?

Canvas é uma ferramenta muito utilizada para desenhar modelos de negócios diferenciados, que tenha propósito e impacto.

É uma metodologia criada por Alex Osterwalder, empreendedor suíço que viajou o mundo ao lado de mais de 400 empreendedores para desenvolver o que ele consolidou de “O canvas do modelo de negócio”, explicado no livro Business Model Generation

Em outras palavras, o BMG é um quadro que abrange nove setores: Segmento de clientes, Proposta de valor, Canais, Relacionamento, Receitas, Custos, Parceiros, Atividades e Recursos. 

A metodologia vem sendo adotada mundo afora, e faz parte das mais recentes e profundas inovações no que diz respeito a como desenvolver novos produtos e negócios de impacto.

Business Model You – Canvas Pessoal

Além do seu uso para negócios, o Canvas também é ideal para o desenvolvimento pessoal, onde você consegue ter um overview importante para acelerar sua carreira profissional ou colocar em prática aquele projeto tão sonhado que você guardava na gaveta há um tempo.

Ele foi elaborado em 2013 por Tim Clark, Alexandre Osterwalder, Yves Pigneur e mais um monte de colaboradores: 328 especialistas de 43 países.

Resumindo, o Canvas pessoal é uma ferramenta de gestão composto por nove blocos, que formam um quadro. O objetivo é identificar pontos fortes e fracos dos indivíduos, bem como oportunidades para fortalecer e impulsionar trajetórias profissionais.

Veja na prática como é um Canvas pessoal:

Está empreendendo no Secretariado Remoto ou algum outro projeto que tenha um propósito? Então este modelo de Canvas também te ajudará a montar o seu modelo de negócio.

Os benefícios em usar o Canvas para sua carreira

Existem inúmeros benefícios relacionados ao uso da ferramenta em si. Os principais são:

  • Permite uma avaliação intrapessoal: o profissional que conhece quais são seus recursos disponíveis, quais são as suas principais atividades, como ele está contribuindo e impactando as pessoas ao seu redor com certeza terão resultados mais assertivos;
  • Permite uma avaliação interpessoal: olhar para o ambiente externo de uma maneira diferente, identificando os parceiros-chave, os clientes (quem você ajuda) e os canais que podem ser usados para iniciar um relacionamento. Assim, você atua de forma mais assertiva também;
  • Permite uma visão mais holística: podemos considerar que é maneira de tentar enxergar o futuro a curto, médio e longo prazo por meio do Canvas;
  • Permite uma visão mais criativa do seu negócio: quando você dedica tempo para preencher o canvas, você também está refletindo sobre maneiras mais eficientes de resolver o problema do seu cliente (proposta de valor). Quer uma dica para se aprofundar mais em seu brainstorming criativo? Faça um mapa mental!

Agora que você já sabe o que é um canvas, para que ele serve e quais são seus principais benefícios, mãos à obra?

Como preencher as 9 áreas do Canvas

Chegou a hora em que muitas vezes o nosso cérebro buga em meio a tantas informações a serem preenchidas e pensadas de maneira cautelosa.

Por onde eu começo? Como devo preencher? Como devo elencar as informações? e muitas outras perguntas que invadem a sua mente ao se deparar pela primeira vez com o Canvas, não é mesmo?

Mas calma! Estou aqui para esclarecer tudo e te dar o passo a passo isso. Continue comigo!

1 – Comece sempre pelo Valor Provido

A pergunta principal para iniciar é: como você vai ajudar as pessoas?

Imagine-se como um negócio, no qual você deve produzir algo e suprir determinada demanda existente. 

Você pode criar uma ou mais propostas de valor, mas o ideal é focar em poucas (até quatro) e de maneira objetiva. Um exemplo é “ajudar pessoas a se tornarem mais produtivas em seus negócios”.

2 – Defina quem você ajuda

Depois que você define a sua proposta de valor, é hora de definir para quem: os seus clientes.

Se você é um profissional autônomo, é provável que seu cliente seja uma pessoa física. Aproveite esse momento para definir as principais características da sua persona: idade, região, escolaridade, comportamento, desejos, necessidades e etc.

Se você é empregado, é provável que seu cliente seja sua atual empresa e outras do mesmo segmento. Neste caso, aproveite para estudar e definir esses negócios em poucas palavras.

3 – Defina como o seu cliente chega até você

A terceira questão é: como seus clientes chegam até você? Quais canais ele utiliza?

É preciso identificar os principais canais para que você tenha contato com a sua persona ideal, possa fechar novas vendas e iniciar um relacionamento consistente.

Seus clientes podem chegar até você por meio das suas redes sociais, por exemplo? Ou é mais útil o atendimento no escritório? Que tal o contato em coworking? Pense nos melhores canais que funciona para seu público.

4 – Como você interage com seu Cliente?

É através do relacionamento que você define a experiência do seu cliente.

Se você é um profissional autônomo, vai desejar vender para o maior número de clientes possível. Mas você vai conseguir garantir a melhor experiência para cada um? Vender não é suficiente. É fundamental estabelecer um relacionamento longo e rentável.

Neste passo, tente responder a pergunta da seguinte forma: como eu vou interagir com meu potencial cliente, mesmo após a venda?

Você pode ter uma estratégia de marketing de conteúdo, fluxo de emails, social media, enfim, são diversos exemplos que podem melhorar a experiência do seu cliente.

5 – Defina suas Fontes de Receita

Chegou a hora de responder as perguntas: O que você ganha em troca do seu tempo e da sua ajuda? Quais são os benefícios que você ganha?

Aqui é onde todo empreendedor / profissional analisa suas remunerações por ajudar outras pessoas. Existem vários tipos de receitas: salário, comissão, taxa de contratação, consultoria, mentoria, trabalhos pontuais, trabalhos recorrentes, entre outros.

Uma vez definido suas receitas, é importante ter muito claro a resposta para a seguinte pergunta: quanto a sua persona está disposta a pagar para ter o que você oferece? A resposta será a percepção de valor que as pessoas têm com o seu trabalho.

Com relação aos benefícios, podem ser intangíveis como: reconhecimento, satisfação e contribuição que você recebe ou gera. 

6. Defina seus Recursos-chave

Agora imagine que você está criando uma proposta para atender seu cliente remotamente com objetivo em atender todas demandas operacionais dos seus clientes e gerar receita. Quais são os recursos necessários para tornar isso realidade?

Neste caso, é importante que você tenha uma internet boa, um bom computador, softwares de gestão e entre outros recursos. 

São esses recursos que deverão estar descritos neste sexto bloco.

7 – Defina suas Atividades-chave

O que você faz? Quais são suas atividades favoritas? Qual é o seu diferencial em relação aos outros? Aquilo que você acaba fazendo com frequência se torna aquilo que você é. 

Imagine que o valor do seu trabalho é ajudar empresários a focar na gestão estratégica do negócio, livrando ele de tarefas operacionais, administrativas e financeiras. A questão é: quais são os principais passos nesse processo?

8 – Quem são seus Parceiros?

Quem te ajuda? Quem te apoia? Com quem você trabalha?

Todo fornecedor pode ser considerado um parceiro-chave? Não.

Nesta etapa, você deverá preencher com os nomes de parceiros-chave, ou seja, aqueles que são mais próximos do seu negócio, que tenham um relacionamento consistente, exclusivo e que traga vantagens mútuas.

Imagine um arquiteto que fecha parceria com um engenheiro elétrico para trabalharem juntos em obras, ou um padeiro que compra seu queijo de um único fornecedor e que ainda indica seus serviços a outros contatos. Nesses casos, há uma parceria.

Analise quais parceiros podem contribuir para o seu crescimento na carreira / no projeto / no negócio e inclua-os nesse bloco.

9 – Defina a sua Estrutura de custos

O que você dá? Do que você vai abrir mão (tempo, energia, ….) para ajudar?

Nesta última etapa do Canvas, você vai definir quais são as fontes de custos, ou seja, quais serão os gastos necessários à oferta e manutenção da sua proposta de valor.

Não existe mágica. Para conseguir o que quer, você tem que investir em si mesmo e nos recursos necessários.

Os custos podem ser os mais diversos, como o de cursos, treinamentos, eventos, aluguel de uma sala, compra de computadores, internet, pacote de dados, móveis para escritório, impressão de cartões de visitas e etc. Defina os mais relevantes para o seu negócio.

Canvas para download e impressão

Que tal imprimir o modelo do Canvas em um papel A3 e ir preenchendo os campos com post-its? Além de facilitar o seu momento criativo e o seu processo de brainstorming, fará com que todas as suas estratégias sejam visualizadas diariamente em sua parede!

Preparamos um modelo exclusivo, onde você poderá elaborar não só o seu Canvas Pessoal, como também fazer a sua Análise SWOT, Roda da Vida, Plano de Ação, Metas SMART (pessoal e profissional), Metas Trimestrais, Análises Trimestrais, Follow-up Semanal e muito mais!

CLIQUE AQUI E BAIXE O MODELO!

Canvas para download e impressão

Que tal imprimir o modelo do Canvas em um papel A3 e ir preenchendo os campos com post-its? Além de facilitar o seu momento criativo e o seu processo de brainstorming, fará com que todas as suas estratégias sejam visualizadas diariamente em sua parede!

Preparamos um modelo exclusivo, onde você poderá elaborar não só o seu Canvas Pessoal, como também fazer a sua Análise SWOT, Roda da Vida, Plano de Ação, Metas SMART (pessoal e profissional), Metas Trimestrais, Análises Trimestrais, Follow-up Semanal e muito mais!

[ CLIQUE AQUI E BAIXE O MODELO! ]

Ferramentas online de Canvas

Há várias opções de ferramentas online para elaborar o seu Canvas também.

Sebrae Canvas Online

O Sebrae Canvas Online permite que qualquer empreendedor desenvolva suas ideias de negócio ou até mesmo repense um modelo de negócio já existente. A ferramenta permite a interação entre os usuários, onde cada um pode avaliar, comentar e compartilhar seus modelos online.

Project Canvas Online

O Project Canvas Online é uma solução online, especializado para a gestão de projetos utilizando a metodologia PM Canvas, que poderá ser utilizado tanto em ambientes distribuídos quanto centralizados e que requerem a escalabilidade e flexibilidade.

Ideal para equipes que querem aprimorar sua capacidade de planejamento, que se caracterizam por altos índices de inovação, dinâmica nos negócios, muitos projetos em paralelo.

Business Model Fiddle

O Business Model Fiddle (BMF) é uma ferramenta de criação, manutenção e compartilhamento de diversos tipos de modelos de negócio e outros quadros importantes como o Análise SWOT. 

Canvanizer

O Canvanizer é uma ferramenta online em inglês e bem fácil de usar, onde você pode modelar sua startup ou projeto usando algum dos diversos tipos de canvas disponíveis e outras matrizes relacionais nas área de gerenciamento de projetos, negócios, design e inovação.

LeanStack

Diferentemente das demais ferramentas, o LeanStack possui um único modelo de painel, sendo que ele é baseado no Lean Canvas de Ash Maurya. Apesar do visual parecido o modelo tradicional Canvas, a ferramenta possui diversas diferenças do modelo construído por Alexander Osterwalder.

Mural.Ly

Além de modelos de negócios, no Mural.ly você pode fazer qualquer coisa. Sua proposta está em substituir aquele mural de cortiça, onde você colocava fotos, recadinhos e tudo mais, lembra?

A ferramenta possibilita inserir elementos digitais, como fotos da internet ou salvas no seu computador, links de notícias, vídeos do Youtube, planilhas do Excel, entre outros. A interface oferece também outros recursos visuais, como adesivos ou post its.

Business Model Generation

Além de todas as vantagens no desenvolvimento e gestão do modelo de negócio, a empresa que originou o BMG também oferece mini-cursos online para os participantes.

Como o Canvas pessoal pode contribuir com seu crescimento

Você acabou de ver que não há muito segredo para preencher seu quadro no Canvas, não é verdade? 

Siga o passo a passo definido até o fim, e depois será possível ter uma visão muito mais abrangente não só sobre o seu perfil profissional, como também sobre a perspectiva de crescimento do seu projeto / negócio.

E você pode tirar muitas vantagens nisso. Você pode usar a criatividade para criar propostas de valor, definir novos clientes e novos canais de receita.

Imagine uma secretária remota que está preenchendo o Canvas: ela pode incluir nos canais de receita o serviço de atendimento e execução remota, mas também videoaulas e ebooks que ensinem outras pessoas a serem mais criativas em sua forma de atendimento e execução.

Outra vantagem é que o quadro é algo visual, você está visualizando a construção e poderá fazer mudanças com facilidade ao longo do tempo.

Aproveite para preencher seu quadro Canvas, descobrir novas oportunidades de carreira, serviços, e claro, alavancar seu crescimento e resultados.

Lembre de usar a criatividade ao longo do processo. Solte a imaginação para pensar em novas formas de gerar receita. Desta forma, você e seus clientes serão beneficiados, com certeza!

Alex Osterwalder no Talks at Google

Assista a palestra de Alex Osterwalder no Talks at Google falando mais sobre o assunto para você arrasar no seu Canvas!

Quer saber mais sobre como você pode potencializar seu desenvolvimento pessoal? Leia também esses outros posts:

Curtiu as dicas? Compartilhe seus aprendizados aqui com a gente e aproveite para assinar nossa newsletter e ficar sempre por dentro de todas as novidades 🙂 

EnglishPortugueseSpanish